Anime: TOP 3

Olá, pessoal! Passei um tempão sem computador, então acabei me afastando do blog logo no começo. Mas eu voltei e queria fazer algumas indicações de um dos meus hobbies favoritos, animes ❤

Até meus 10 anos eu era como muitas pessoas são hoje em dia, descrente e irritada com essas coisas de anime (“histórias chatas, infantis e em japonês? Eca”), mas, como muitas pessoas de hoje em dia, eu pensava assim sem conhecer. Eu mudei de colégio em 2007 e a primeira pessoa que falou comigo no começo era muito fã de Naruto e eu acabei decidindo dar uma chance e comecei a assistir. Basicamente, eu engoli a primeira parte do anime, obriguei meu irmão à assistir e depois daí o vicio só piorou e nunca mais parei.

Nesse post eu vou falar um pouco (eu tive que me segurar para não falar demais) de três dos meus animes favoritos, então sintam-se convidados à assisti-los. Ah, e não levem muito a sério essa minha numeração, eu mudo quase que de hora em hora.

  1. Fullmetal Alchemist Brotherhood

A primeira coisa que você deve saber sobre esse anime é que existem duas versões, Fullmetal Alchemist (2003) e Fullmetal Alchemist Brotherhood (2009). A diferença entre os dois é que o primeiro tem uma história original e o segundo (que eu acho melhor) segue fielmente o mangá (2001), também vale avisar que alguns episódios iniciais de Fullmetal Alchemist são levados em consideração na história do Brotherhood, mas não é nada muito vital à história.

“A alquimia é uma ciência de compreensão, decomposição e recomposição da matéria. Contudo, não é uma técnica onipotente, pois não é possível criar algo do nada. Se você deseja obter alguma coisa, é preciso pagar um preço, e este é o fundamento da alquimia, a chamada troca equivalente. Existe um tabu na alquimia que não pode ser quebrado por ninguém, a chamada transmutação humana.”— Abertura da série.

É com essa base que o anime conta a história de dois irmãos, Edward e Alphonse Elric, que quebraram esse tabu e tentaram ressuscitar a mãe. Na tentativa, por conta da troca equivalente, Ed perde uma perna e quando percebe que Al sumiu, sacrifica um braço para prender a alma do irmão em uma armadura. Depois disso, eles passam alguns anos morando na casa da amiga de infância deles, Winry, até que eles decidem ir em busca da única esperança de trazer seus corpos de volta, a pedra filosofal.

Essa é a premissa principal da história, mas tem muito mais do que isso envolvido. É um anime que eu considero completo, a história é muito bem feita, tem personagens apaixonantes, aberturas e encerramentos incríveis, lutas muito bem feitas pra quem gosta (nada de raiozinhos no céu), momentos engraçados, fofos, tristes… Enfim, a única coisa que eu não gosto muito é que o final ficou muito exagerado, mas ainda não é suficiente pra que ele desça no meu conceito.

  1. Death Note

“O humano cujo nome for escrito nesse caderno morrerá.”

Essa é a primeira regra do Death Note, um caderno que concede a quem usa o poder de matar qualquer pessoa, desde que se saiba o nome e o tenha o rosto dela em mente.

O anime é uma adaptação do mangá escrito por Tsugumi Ohba e tem como personagem principal Yagami Raito, considerado o estudante mais inteligente do Japão, que encontra um desses Death Note e, logo depois de se certificar de que era real, começa a fazer seus próprios julgamentos e execuções, com o objetivo de criar um mundo onde não exista o mal. Com as mortes de criminosos aumentando tanto, a policia começa a investigar e sem resultados, contratam L, um detetive particular famoso. E é nessa competição pra ver quem descobre o outro primeiro que a série se desenvolve.

Esse é o anime que eu conheço que tem mais aceitação dentre aqueles que não gostam de animes, pode ser porque tem um tema mais sério e foi inteligentemente desenvolvido, não sei. Mas, apesar de ter decaído na segunda temporada, o anime é muito bom e realmente merece estar nessa lista.

Queria chamar atenção para o live-action (adaptação com atores reais) desse anime. Ok, temos atores japoneses que não são os melhores e efeitos especiais meio fracos, mas a história muda só o suficiente pra ser ainda melhor que a do anime e ainda tem um filme extra sobre o L. Então pra quem gosta, vale a pena assistir.

  1. Ouran Host Club

Ouran Highschool é uma escola de elite, aquele tipo de lugar onde as pessoas são tão ricas que não sabem o que fazer com seu tempo e dinheiro e por isso cultuam hábitos fúteis, como o clube de anfitriões. Basicamente, é um lugar onde as meninas são recebidas e mimadas por caras atraentes em salas elegantes e, muitas vezes, temáticas. E é nessa escola que Haruhi consegue uma bolsa de estudo, mesmo sem dinheiro pra comprar nem o uniforme e logo no primeiro dia, Haruhi quebra um vaso muito caro do clube e tem que começar a trabalhar para pagar o estrago e aí surge mais um anfitrião.

Esse anime é uma adaptação, de 2006, do mangá escrito pela Bisco Hatori. O ponto forte da série, além de ser muito engraçada, é o relacionamento entre os personagens, você vai gostando cada vez mais e vendo outros lados daqueles caras fúteis e esnobes aos poucos, quase que acompanhando Haruhi. Esse anime entra no meu TOP 5 porque eu criei um vínculo muito grande com os personagens e não assisti um episódio sem rir.

PS: Existe uma pequena pitada de yaoi nesse anime, não é muita coisa, mas já estou avisando.

Iaí, gostou? Quais são os seus favoritos? Deixe seu comentário, eu to super aceitando recomendações!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s