Filme: Tempo de Despertar

Bronx, 1969. Malcolm Sayer (Robin Williams) é um neurocirurgião que, apesar de ter sido sempre um pesquisador, começa a clinicar em um hospital psiquiátrico. Lá ele encontra basicamente pacientes catatônicos, aqueles extremamente agitados e aqueles que vivem em tal estado de torpor que parece que eles não estão mais naquele corpo, remanescentes de uma grande epidemia da doença do sono que assolou o mundo entre 1916 e 1927. Até que Sayer percebe que, através dos estímulos certos, como música ou toque humano, alguns pacientes demonstravam movimentos e reflexos, ou seja, eles não estavam mortos naquele corpo inutilizado. Isso o incentiva a começar a pesquisar e colocar em prática um modo de trazê-los de volta, apostando principalmente em um deles, Leonard Lowe (Robert De Niro). Então Leonard melhora, ele ri, conversa e faz com gosto coisas que fazemos sem perceber ou dar importância, e, com essa aparente melhora, o tratamento é levado aos outros pacientes.

Eu foi uma espectadora pelos últimos 43 anos. – Lucy.

O filme é baseado no livro Awakenings, de 1973, uma das obras escritas pelo Malcolm Sayer da vida real, Oliver Wolf Sacks, e essa história realmente aconteceu, mesmo que possa ter sido romantizada para o cinema. Foi indicado a três categorias ao Oscar, incluindo melhor ator (Robert de Niro), e a algumas outras premiações, mas não ganhou nada muito significante.

Eu hesitei e hesitei por dois anos. Eles tinham sido postos de lado por 40 anos e eu não sabia o que voltar ao mundo e voltar para um mundo que não é o seu, poderia significar para eles e finalmente, minha mão foi forçada, porque alguns deles estavam terrivelmente desabilitados, alguns não podia se alimentar, alguns estavam morrendo… – Oliver Wolf Sacks

Eu achei esse filme muito bom, principalmente pelas atuações, pela carga emocional e aconteceu, então tudo é mais significativo. É, basicamente, sobre pessoas voltando à viver e aproveitando cada detalhe disso, mesmo com  suas limitações e com o esforço que é exigido. Eu fiquei tão fascinada por aqueles pacientes, como eles reagiram àqueles momentos, como eles lidaram com tudo aquilo que eu pesquisei e, pra quem tem interesse, clique aqui ♡ para ver um vídeo que fala sobre o que aconteceu com o real “Sayer” e os reais pacientes, vale a pena dar uma conferida (tem alguns spoilers e está em inglês, mas não deixe de assistir).

O que o jornal está dizendo? Que está tudo ruim. Tudo ruim. As pessoas esqueceram sobre o que se trata a vida, eles se esquecem o que é estar vivo. Eles precisam ser lembrados do que eles tem e do que eles podem perder. – Leonard

Anúncios

Um comentário sobre “Filme: Tempo de Despertar

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s