Livro: Mansfield Park

A história de Mansfield Park começa em Porstmouth, onde Fanny Price, uma criança humilde e tímida, vive com seus pais e seus incontáveis irmãos. Filha de um tenente naval que foi ferido em batalha – passando a receber uma pensão insuficiente para cuidar de sua esposa e seus filhos -, Fanny e sua família tentam viver com o mínimo que possuem.

Porém, a situação de Fanny muda quando Mrs. Norris e Lady Bertram, irmãs da mãe de Fanny que tiveram mais sorte no casamento, ao se casarem com homens mais abastados, decidem trazer para Mansfield Park uma das crianças de Mrs. Prince, escolhendo assim Fanny, por ser a filha mais velha do casal.

Fanny, então com 9 anos, passa a viver com Sir Thomas Bertram, Lady Bertram e seus quatro filhos, Tom, Edmund, Maria e Julia, servindo Lady Bertram diariamente e sendo constantemente humilhada por Mrs. Norris, que mora na paróquia perto de Mansfield Park, e faz questão de sempre lembrar a Fanny que ela é inferior a eles, tratando-a com indiferença e a desprezando.

Com o passar dos anos, Fanny cresce e se torna uma garota introvertida, porém gentil, que está sempre preparada para satisfazer os desejos de Lady Bertram, afinal, depois de tantos discursos vexatórios de Mrs. Norris, ela acredita que é inferior e que deve ser grata por seus tios a tirarem de Portsmouth e a darem uma vida melhor. Durante todos esses anos, o único consolo de Fanny em Mansfield Park foi Edmund, que desde sua chegada a deu atenção e se esforçou para tornar sua vida melhor naquele local, tornando-se assim, o grande amor de Fanny.

Todos vivem uma vida calma em Mansfield Park até que o falecimento de Mr. Norris ocorre, acarretando em várias consequências para todos. Com a morte de seu marido, Mrs. Norris se muda da Paróquia, que passa a ser habitada pelos Grant e, ocasionalmente, por Mr. e Miss Crawford, irmãos de Mrs. Grant.

A chegada dos Crawford acaba por mudar a dinâmica em Mansfield Park e a influência exercida por eles em Edmund, Tom, Maria, Julia e Fanny pode resultar em consequências escandalosas.

O terceiro livro publicado por Jane Austen em 1814 (Razão e Sensibilidade e Orgulho e Preconceito foram os primeiros) trata de questões polêmicas para a época, tais como escravidão e adultério. A autora, como sempre a frente de sua época, traz em Mansfield Park uma história que, apesar de tratar do romance como tema principal da trama (ato recorrente em sua bibliografia), trouxe um certo desconforto para as pessoas da época.

O livro, no entanto, não está entre meus favoritos da autora. Em certos momentos da história, a apatia de alguns personagens é tão evidente que me fez questionar o final da trama, principalmente por causa das reviravoltas finais do livro, que muda completamente nos três últimos capítulos. Eu achei que certos romances ocorreram de uma forma muito forçada. Um personagem passa a história inteira apaixonado pela pessoa A para, no fim, descobrir que na verdade ama a pessoa B, a qual ele nunca sequer demonstrou sentimentos afetivos. Parece até que a autora estava apressada para escrever um final feliz, não se importando muito como isso iria ocorrer.

Fanny, apesar de ser a personagem principal da história, demonstra ser uma pessoa
apática, que muitas vezes só observa as coisas acontecerem ao seu redor, sem nenhuma MansfieldPark-PosterArtreação, fator negativo que é corrigido na adaptação cinematográfica de 1999, dirigida por Patrícia Rozema, que recebeu o nome de “Palácio das Ilusões” na tradução brasileira. A adaptação, além de trazer uma Fanny inteligente e sagaz, consciente de suas convicções, apresenta um romance mais coerente, que vai sendo construído ao longo de toda a história, e não apenas nos últimos minutos do filme, com cenas leves e divertidas que fazem a história fluir melhor.

É difícil admitir quando um filme parece ser melhor que um livro. É quase como se fosse um ato de heresia
que deve ser reprimido e escondido de tudo e de todos. Porém, eu estaria mentindo se dissesse que o filme não me proporcionou momentos melhores que o livro.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s