Livro: Simon vs a Agenda Homo Sapiens

Simon Spier é um adolescente que está no ensino médio e que enfrenta problemas para assumir sua sexualidade. Apesar de ter amigos que estão com ele desde a infância, como Nick e Leah, Simon prefere dividir suas dúvidas e anseios com Blue, um garoto tímido e inteligente que estuda na mesma escola e no mesmo ano que ele, a qual ele conheceu no tumblr da escola, o “creekscrets” (referência ao nome do colégio, o Creekwood High School).

“Os alunos postavam confissões anônimas e pensamentos aleatórios secretos no creeksecrets, e as pessoas podiam comentar e tudo o mais, e ninguém julgava você. (…) Foi lá que encontrei a postagem de Blue. Acabei me identificando. E acho que nem foi só a coisa de ser gay. Sei lá. Tinha umas cinco linhas, mas tudo escrito em uma gramática correta, além de estranhamente poético, e diferente de qualquer outra coisa que eu já tivesse lido. (…) Eu precisava conhecer esse cara.” – Simon vs. a Agenda Homo Sapiens.

A partir daí, Simon começa a trocar e-mails com Blue, através do codinome “Jacques”. Ambos passam a contar detalhes profundos de suas vidas um pro outro, sem nunca revelarem realmente suas verdadeiras identidades.

Porém, tal história, que mais parece um conto de fadas moderno, é ameaçada quando Martin Addison, um nerd que está no mesmo ano de Simon, descobre seu segredo e ameaça a contá-lo para todos da escola se Simon não armar para que Martin fique com Abby, uma das melhores amigas de Simon. Agora, Simon precisa decidir entre trair a confiança de sua amiga e revelar seu segredo e o de Blue para todo o Creekwood High School.

Simon vs a agenda homo sapiens é um livro narrado em primeira pessoa, dividido em curtos capítulos super rápidos e prazerosos de serem lidos. A história trata não apenas das dificuldades e do medo de se assumir, mas das relações com aqueles ao redor, seja família, amigos ou até mesmo desconhecidos.

O livro é repleto de várias referências a bandas e canções, já que Simon é apaixonado por música.

“Odeio usar o alto-falante do celular, mas ouvir música é sempre melhor do que
não ouvir música.”  – Simon vs. a Agenda Homo Sapiens.

Isso torna a leitura divertida, já que proporciona a quem está lendo o livro a experiência de escutar as mesmas músicas e bandas que Simon escuta durante toda a história.

A única coisa que me incomodou um pouco durante a história foi o fato da autora não explorar muito os outros personagens. Leah, Nick e Abby passam por situações durante a história que são apenas citadas e que poderiam render mais alguns capítulos – ou até mesmo outros livros contando a história a partir  da visão deles -, mas que são ignoradas, deixando para o leitor e sua imaginação o trabalho de completá-las.

O livro em si é completamente fofo e divertido, dando uma sensação de friozinho na barriga em vários momentos e fazendo você ficar com um sorriso bobo na cara sem nem perceber. Tudo isso torna a leitura do livro em uma atividade muito rápida, fazendo com que várias das pessoas que eu conheço que leram (ele foi o livro escolhido para o mês de Maio do Clube do Livro Intrínseca em Fortaleza) o tenham lido em um dia ou dois.

Anúncios

Um comentário sobre “Livro: Simon vs a Agenda Homo Sapiens

  1. Pingback: TAG: 50%

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s