Livro: O Piso-Rouxinol

O Piso-Rouxinol (uguisu bari ou nightingale floor), era um piso projetado para fazer sons parecidos com gorjeios quando se andava sobre ele, de forma a servir de aviso caso alguém se aproximasse, e é uma das coisas reais que existem no livro de Lian Hearn (pseudônimo de Gillian Rubinstein), baseado no japão medieval, sobre o qual falarei agora. A autora deixa bem claro, logo no começo do livro, não se pretendeu retratar uma ambientação ou era histórica verídica, apesar de existirem nele muitos elementos que existiram mesmo, como o já falado piso-rouxinol e pinturas de Sesshu Toyo, que são sutilmente usadas nas capas dos livros.

sesshu.jpg
Sansui Chokan (1496), obra de Sesshu.

A história tem como um dos principais elementos os ocultos, seguidores de uma religião que se baseia na aversão à violência, que acreditavam na existência de um inferno para aqueles que matassem, na igualdade das pessoas independente da sua classe ou sexo e que todos os deuses que existem no mundo, na verdade, são partes de um só. Por esses motivos, todos aqueles da classe dos guerreiros ou pessoas que aderiam às crenças dessa classe, que acreditavam na superioridade dos líderes e tratavam a morte como uma coisa rotineira, odiavam os ocultos e os perseguiam.

Iida Samadu, líder do clã mais poderoso do país, não era diferente e tamanho ódio não demorou para chegar a Mino, uma vila pacífica e devota à religião dos ocultos, na qual morava Tomasu, um menino de dezesseis anos que costumava fazer peregrinações  nas montanhas. Quando voltava de uma delas, encontrou sua vila em chamas e, à medida que se aproximava, viu cada uma das pessoas que conhecia e amava, mortas. Ainda chocado com toda a violência que havia sido ensinado a odiar, ele foi visto por Iida e seus homens, que o perseguiram até a floresta. Nesse momento, o garoto foi salvo por um homem que, por um motivo que Tomasu não conseguiu entender, se recusou entregá-lo aos seus perseguidores.

Tomasu viajou com o homem que se apresentou como Otori Shigeru e se viu obrigado a mudar de nome para não ser reconhecido como um oculto, chamando-se a partir de agora de Takeo. Eles se instalam em Hagi, local onde se encontra o segundo maior clã do país, os Otori, do qual Shigeru é herdeiro. Takeo foi adotado por Shigeru e, depois do trauma e da drástica mudança de vida, o menino começa a desenvolver certas habilidades, como uma audição extremamente aguçada e a capacidade de ser completamente silencioso, que lhe seriam úteis no universo de intrigas e tramas dos clãs no qual estava entrando. Ele vai aos poucos descobrindo como tais habilidades se relacionam ao seu passado e o da sua família e ao lugar ao qual realmente pertencia.

Paralelamente, Shirakawa Kaede é mantida presa pelos Noguchi desde criança, pois sua família era aliada ao lado perdedor nas guerras mais recentes entre os clãs. Apesar de ser de uma família importante e ter uma beleza exuberante, Kaede é tratada como uma criada e não tem nenhuma notícia da família, o que a torna bem infeliz, até uma proposta de casamento que a leva embora e a conecta sua história com a de Takeo e sua família.


O livro me lembrou histórias épicas, como As Crônicas de Gelo e Fogo, já que também possui vários desses elementos complexos e extensos da luta pelo poder, apesar de em um nível de detalhamento muito inferior, que foi exatamente o que me incomodou no livro. Lian Hearn pecou nos detalhes e na velocidade na qual as coisas acontecem. Não digo muito mais sobre os detalhes, pois sou bastante exigente nesse quesito (é tanto que O Senhor dos Anéis é a minha série de livros favorita), mas eu tive a impressão que tudo acontecia muito rápido na história.

Apesar disso, o livro é, sem dúvidas, muito cativante. Se a intenção é ler um livro menos intricado e ainda assim, muitíssimo interessante, esse serve muito bem. No final, acabei adorando alguns personagens e o relacionamento que existia entre eles, senti raiva, tristeza, felicidade e me prendi aos acontecimentos, ou seja, acabei relevando esses pequenos defeitos e posso dizer que eu adorei o livro!

Anúncios

Um comentário sobre “Livro: O Piso-Rouxinol

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s